2015/10/29

As “Leninhas” do Partido Comunista.



Como se pode constatar umas grandes democratas.
Como se pode constatar também as vítimas eram todos perigosos capitalistas e fascistas.
















2012/01/15

Ainda em trânsito


Aproveitando o destilar de ódio e ignorância relativamente a uma empresa lembrei-me do slogan

No sítio do costume.

No sítio do costume basta ir a net para perceber tudo.

De facto seria ridículo um anónimo que dá espaço a campanhas de ataques miseráveis agora estivesse contra o anonimato da corja maçónica.

Até ficamos a saber que professam uma ideologia. Tamanha ignorância.

Logo secundado por um anónimo idiota que quer ser idiota, mas em grande, que descobriu, entre outras pérolas, que a maçonaria é a responsável pela não discriminação entre pessoas do mesmo sexo.

Num país livre e democrático e, no qual não existam inimigos do estado e da sociedade, não podem nem devem existir sociedade secretas.

Se a maçonaria fosse uma entidade séria e respeitável não havia necessidade de saber quem são os maçons.

Como não são, uma de duas: ou estão em cargos públicos e assumem, ou não ocupam cargos públicos.

È extraordinário que quem anda sempre com o 25 de Abril na boca goste tanto do secretismo e do anonimato.

2012/01/06

Pingo doce


Todos nós temos opiniões.

Umas mais lógicas e racionais outras irracionais e apaixonadas.

O que assusta é a ignorância.

Não consigo perceber o que leva quem nada percebe sobre determinados assuntos a dizer merda atrás de merda.

Os que percebem e dizem o mesmo é fácil perceber porquê.

Como dizia o outro ( não sei se a citação é exactamente esta ) nascer, viver e morrer entre brutos é triste.

Em vez de um computador e um blogue ou caixa de comentários aconselho:





Nota: O nosso Código das Sociedade Comercias é irreal. Está criado ( copiado) para um tipo de empresas que em Portugal são uma minoria. 

O sistema fiscal e contabilístico impõe custos violentos ( não falo dos impostos que cobra). Antes se quer de cobrar o imposto os custos para ter uma máquina que responda às exigências legais é brutal.

E continuam a dizer merda atrás de merda porquê?

Muito triste é viver num país em que o ódio sobre os outros e o que alcançam é muito superior a vontade de fazer alguma coisa para mudar as nossas vidas.


Paragem


Em transito antes do final do ano e para retomar mais uns dias longe do computador.

Diferenças? Nenhuma.

A Figueira decidiu começar o ano antecipando a procissão das velas. Dizem que era para o Guinness.

Um sr. Vereador decidiu dizer mais uns disparates. Nada que já não seja hábito.

Outros mais a 100% menos a 100% de facto andam por aí. Procuraram outros palcos e quem sabe buscam outras guaridas.

De resto a mesma coisa. Andam a tratar da vidinha ( deles).

Na blogosfera a mesma coisa. Alguns, poucos infelizmente, vão dando as suas opiniões outros limitam-se a descarregar ódio e ignorância. É a vida.

2011/11/21

Realidade




A realidade é uma coisa extraordinária.

Podem correr, saltar, esconder, sonhar, negar etc.

Ela aparece.


Teve um mandatário para a juventude que é futebolista. Pergunte-lhe o que é que ele responde a uma questão muito recorrente no nosso futebol: A direcção do clube tem toda a confiança na equipa técnica.

Edição


Li no, apoliarquia, que António Tavares promete um novo livro sobre a politica local.

Será seguramente uma espécie de versão revista e corrigida da anterior

“Onde se diz tem que fazer deveria constar devemos verificar se podemos fazer”

“ onde se diz de borla deveria constar se tivermos dinheiro” etc.

Podia sempre optar por uma errata e atribuir as culpas à tipografia que imprimiu o livro.

2011/11/17

Prepare a saída enquanto é tempo




E o PS está consigo?

O PS está comigo.



Saber se faz parte do Projecto.



Então o Sr. Presidente é o líder e não sabe se faz parte do projecto. E acha que o PS está consigo?



Estas declarações revelam o estado de espírito de alguém que ainda hoje não percebeu com quem se meteu.

O seu problema não é a oposição, não são as dívidas e a conjuntura.

O seu problema é o PS e a equipa que tem.

Sr. Presidente, lamento mas não tem projecto, não tem equipa e não tem o apoio do PS.

O seu projecto já se sabia que não era viável, a sua equipa no máximo serve para ser oposição e o PS da Figueira/Coimbra não é de confiança.

Prepare a saída com tempo que pode ser que venha a ser recordado com simpatia.

Ficará sempre a ideia que cumpriu as suas funções e, se as circunstancias fossem mais favoráveis, poderia ter feito mais.

Fique e vai comprovar a miséria que o rodeia. Depois não tem desculpa.


Higiene



Determinadas questões não são de política nem de matemática.

São de higiene mental.

2011

O Governo verificou que a execução orçamental não estava a correr bem e que havia uns buracos no orçamento.

Entre cortes e ajustamento vai de aplicar a taxa de 50% no subsídio de férias.

Ou seja, por exemplo, se alguém se propõe obter um valor de 7 e, na relação despesas receitas tem um valor de 7,5 precisa de um adicional de mais 5 para contabilizar a final 7.

Isto já sem contar com a outra receita extraordinária que são os fundos de pensões da banca que vão entrar como receita deste ano. Sem esta receita estaríamos a falar não de 7,5 mas de 8 ou 8,5.

Em conclusão a receita “normal” não cobre a despesa “normal”

O Estado tem despesas de 100 mas apenas tem de receita de 70.

2012

Partindo do último parágrafo, para 2012 o estado deve procurar um equilíbrio, sem recurso a grandes receitas extraordinárias entre a sua receita “normal” e a sua despesa “normal”.

Por isso agrava a situação dos funcionários públicos cortando 2 subsídios, despesa do estado.


É por isso que estas declarações mereciam, se tivéssemos jornalistas, perguntas decentes.

Se o Estado não consegue cumprir os seus compromissos em 2011 sem receitas extraordinárias e, para ( tentar ) cumprir em 2012 precisa de cortar não 50% de um subsidio mas 2 subsídios onde é que esta luminária tira dados que suportem estas afirmações.

A nossa realidade já é difícil de suportar. Não são precisas idiotices para agravarem este sentimento.

Não são capazes de tirar a cabeça da chafurdice onde estão metidos.

PS: os valores apresentados não são reais. São meramente exemplificativos.

2011/11/16

Já é a segunda. Temos de esperar pela terceira.



Anteriormente já tinham havido problemas com o Presidente do Concelho de Administração.

O PS não tem a maioria no executivo.

Resta agora saber qual vai ser a posição do PSD.

Quanto à outra espécie de partido/movimento é melhor consultar a meteorologia e o Borda d,Água para tentar perceber qual vai ser a posição.

MAFIAS



Esperem só pelos processos relacionados com gestão de resíduos e águas de Portugal para ver o que são máfias bem montadas.

Máfias público/privadas.

Assim é mais fácil




2011/11/15

Crónica de uma morte (politica) anunciada.




O Álvaro devia ter percebido, quando foi convidado para o governo que, o ministério para o qual foi convidado tem dupla personalidade.

E tem dupla personalidade, não porque junta a economia e o emprego mas, porque junta dois interesses incompatíveis, num país anormal obviamente.

Por um lado os interesses das corporações sindicais, patronais, bancárias etc... Por outro os interesses de uma economia global.

Devia ter percebido que isto da economia não é para funcionar. A sua função é arranjar uns trocos para manter esta gente. Mais nada.

O Ministro fala em criar condições para que as empresas sejam viáveis.

Está parvo o rapaz?

Já não basta ter saído de Portugal, abandonado a bafio universitário português, falar com algum sotaque e alguma dificuldade de expressão, pedir que o tratem por Álvaro e, suprema das maldades, tem vontade de fazer alguma coisa.

Álvaro esta merda não é para funcionar. Ponto.

Vai para trinta anos que estamos endividados e continuámos a aumentar salários, regalias, subsídios de exploração, subsídios de toda a espécie, parcerias público privadas etc…

Toda a gente sabe que em países que vivem da sua economia ou trabalham e produzem ou, vivem mal.

A malta precisa de dinheiro não é de trabalho.

Qual é a parte do problema que ainda não percebeste.

Caro Álvaro, toda a gente sabe que os problemas da economia portuguesa levam muito tempo a resolver.

Sabem também que, por exemplo, a reestruturação do sector empresarial do estado é difícil, demorada e vai retirar benefícios a muita gente.

Por tudo isto é que te andam a morder as canelas. A pressão para que digas alguma coisa não é para te ouvirem nenhuma reforma, que não querem.

É para dizeres alguma bacorada e ires embora. A estratégia é velha e tem a conivência da corja jornalística.



Por isso caro Álvaro, não fales do fim da crise ou outras coisas mais ou menos simpática ou mais ou menos (in)prováveis.

Faz o teu trabalho, calado e se tiveres que ir ( vais ) embora que seja com dignidade.


2011/11/11

Realidades




Já por diversas vezes ao longo dos anos me referi a esta realidade.

Quem já tenha vivido em Coimbra ou conheça a realidade desta cidade sabe que estes dados estão, com toda a probabilidade, correctos.

Agora, estes dados não revelam uma cidade produtiva, com iniciativa e, com vontade de fazer alguma coisa.

É uma sociedade de funcionalismo público, de instituições públicas e de uma massa populacional flutuante enorme que vai a Coimbra gastar o seu dinheiro.

É este o “sucesso” de Coimbra.

Coimbra é um centro de influência estatizante que tentou, e conseguiu em alguns casos, destruir boa parte do distrito.

Estivessem Aveiro, Leiria e Viseu ligados politicamente a Coimbra e ainda hoje estavam parados no tempo.

É bom que a Figueira se demarque de Coimbra, siga pelo seu próprio pé e pare de dar guarida a boizada politica coimbrinha que tratam a figueira como quintal e casa de férias e refugio à falta de tacho mais proximo de casa.

Procurem um documento sobre uma carta constitucional de Coimbra, documento do inicio da década, se a memória não me falha, e vão verificar quais são os interesses dessas luminárias.

P.S: Também é um bom centro de fotografia. Basta ver a quantidade de dirigentes políticos figueirinhas aos saltos para aparecerem nas fotografias ao pé dos amos de Coimbra e convivas.

ADITAMENTO 14/11/2011

Dados 2009 INE



                     Ind. per capita - %de poder de compra - factor dinamismo relativo

Fig. Foz            96,83                                 0,574                  -0,030                                         

Coimbra             144,88                                  1,817                  -0,670

Aveiro            134,76                                  0,924                  -0,584    

Leiria               99,91                                  1,213                  -0,273

Viseu                93,67                                  0,876                  -0,261

Este senhor




Que adora fazer publicidade a si próprio veio mais uma vez demonstrar que existem grandes diferenças ente as competências técnicas para desempenhar determinada função e, a “estatura” para desempenhar essas mesmas funções.

Ou seja, é bom diferenciar claramente a competência técnica de cada um do homem que se apresenta.

O parlamento é um centro de lobbies e de tráfico de influências. Tentar desviar os cidadãos desta realidade com exemplos estúpidos como este é um péssimo serviço que se presta.

Mas enfim, quanto a competência técnica não a ponho em causa porque não conheço quanto à “outra”, está ( outra vez ) apresentado.